quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Região: Radialista é ameaçado de morte no cariri paraibano e caso foi parar na delegacia

O radialista Lindemberg Tavares, que apresenta o programa DEBATE NA IMPRENSA na rádio Alternativa FM, das 12 às 14 horas, em Sumé, denunciou nesta quarta-feira (15) que foi ameaçado de morte nesta quarta-feira (15), após denunciar que cerca de 80 pessoas recebem ilegalmente do programa Bolsa Família no município de Sumé, entre elas a esposa do vereador e Presidente da Câmara de Sumé.


A denúncia feita durante o programa de rádio na Alternativa FM, e repercutida em diversos portais de notícias da região do Cariri paraibano, aponta que entre as irregularidades que mais chamam a atenção é contra a senhora Maria da Guia Araújo Fernandes, esposa do vereador José Deocleciano Barbosa da Silva (DRÓ), do PMDB, por ela ser beneficiária do programa federal, destinado exclusivamente a pessoas que viviam em extrema pobreza.

Ainda segundo a denúncia do radialista, a senhora Maria da Guia de Araújo Fernandes é proprietária de um veículo tipo Veraneio de cor vermelha, ano/modelo 1979, de placas MMO 1681 – Sumé, e com este veículo ela tem faturamento anual estimado de R$ 42 mil, o que já demonstra que a primeira dama do poder legislativo não vive em situação de extrema miséria.

O radialista relatou que estava nos estúdios quando chegou um popular, que seria sobrinho de um membro do legislativo sumeense fazendo ameaças contra sua pessoa e fez sinal de que iria pegar uma arma no carro, sendo necessário fechar de chave a porta da emissora e acionar a polícia.

Após as ameaças o radialista foi conduzido por policiais até e Delegacia de Polícia, onde prestou queixa do ocorrido e disse que esta não é a primeira vez que foi ameaçado na cidade de Sumé.



Fonte: Vitrine do Cariri
Foto Ilustrativa da Internet